Shadow

Bitcoin atinge US$ 30 mil após 9 semanas de queda

comprar bitcoin

A semana começou bem para o Bitcoin (BTC)! Hoje, segunda-feira (30/05) a criptomoeda mais forte do mercado opera em alta de mais de 5% no acumulado de 24 horas, após 9 semanas sofrendo entre subidas e descidas. O Ethereum (ETH), por sua vez, avança cerca de 7% esta manhã.

Após um fim de semana com poucas oscilações, hoje Wall Street fica fechada por conta do feriado de Memorial Day.

Os traders de Bitcoin e de outras criptomoedas ainda operam com receio, considerando o risco e perdas das semanas anteriores.

O Bitcoin caminha para uma queda de 20% este mês, apesar de ter subido mais de 10% em relação à sua recente mínima de US$ 25.840 em 12 de maio.

Em pouco tempo, no entanto, os preços do Bitcoin podem se estabilizar. “Houve vendas a descoberto maciças nas últimas semanas, o que pode ser um presságio de um short squeeze nas próximas semanas. Os fluxos de reequilíbrio no final do mês também podem ajudar”, explicou David Duong, chefe de pesquisa institucional da Coinbase, em um relatório na última sexta.

“Se conseguir ultrapassar US$ 30 mil, pode disparar. Mas, se continuar pressionado pelo sentimento de baixa, pode cair para sua próxima linha de suporte em torno de US$ 25 mil.” afirmou Joe DiPasquale, CEO da gestora de fundos de criptomoedas BitBull Capital, ao CoinDesk.

criptomoedas 8 3

O Bitcoin e os sinais do mercado

O mercado já se prepara para algum sinal que indique um sinal de reversão da tendência negativa no curto prazo. Os gráficos de preços sugerem que o Bitcoin teve um forte suporte na marca de US$ 29 mil, um nível que foi testado várias vezes nas últimas semanas.

Fechar abaixo desse nível pode sinalizar que a cripto pode cair para sua máxima de 2017 de quase US$ 20 mil, pelo menos é o que mostram os gráficos.

A resistência em ultrapassar US$ 30.500 continua existindo, porém, um fechamento diário acima desse nível mostraria fortes sinais de recuperação aos traders.

Alex Kuptsikevich, analista sênior de mercado da FxPro afirmou que “Será prematuro falar sobre uma contra-ofensiva de alta até que o Bitcoin fique acima de US$ 30.600, sua linha de resistência horizontal desde meados de maio. O apetite de risco renovado nos mercados globais está alimentando as esperanças de uma reviravolta“.

Criptomoedas 7

Outra boa notícia é que a MRB Partners, uma empresa global de pesquisa de investimentos, que do lado macro espera que os mercados tradicionais se recuperem caso as condições de crescimento global se mostrem resilientes.

A empresa está no momento está “presumindo que as expectativas das taxas de juros e os rendimentos dos títulos permaneçam calmos por um tempo, o que é provável, pois a inflação desacelerará temporariamente, primeiro nos EUA e depois em outros lugares. Os bancos centrais, por sua vez, provavelmente esfriarão brevemente suas visões mais hawkish“, divulgou.

No que se refere as as altcoins, o destaque vai para a Stepn (GMT), projeto move-to-earn que paga pela prática de exercícios, que dispara mais de 20% tentando se recuperar das fortes perdas recentes após notícias de que ele iria bloquear o app na China em possível cessão à pressão regulatória (uma espécie de censura).

O debate está acalorado no que se refere aos dados armazenados pelo aplicativo, que segundo regras regulatórias da China não podem ser exportados para outros países, mesmo que as sedes das companhias não fiquem em território chinês. A sede da Stepn está registrada na Austrália.

esse problema não afeta apenas o aplicativo em blockchain, outras grandes empresas como Apple e Tesla também estão envolvidas nessa questão, que não deve ser resolvida tão rapidamente considerando o modo obtuso que o governo chinês trabalha.

Criptomoedas 5
  • Bitcoin recua com pedido de falência do banco Celsius nos EUA

    O Bitcoin (BTC) abriu em um preço estável hoje, quinta-feira (14/07), em comparação com as últimas 24 horas, mas perdeu os 20.000 dólares pouco depois de passar por um rali que deixou os comerciantes confusos ontem à noite.

  • Estados Unidos cria projeto para regulação de criptomoedas

    O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos como sempre faz, acaba de lançar uma consulta pública para receber opiniões sobre o novo projeto proposto pelo Presidente Joe Biden de criar novas regras para a indústria das criptomoedas.

  • Banco Central suspeita de lavagem de dinheiro na Binance, diz jornal

    O Banco Central do Brasil suspeita de que a Binance possa ter sido usada para operações de lavagem de dinheiro. É o que aponta uma reportagem Folha de São Paulo publicada na noite de ontem (12/07).

  • Bitcoin mantém média de 19 mil dólares em meio a incertezas

    Após uma noite marcada pela volatilidade em que o Bitcoin (BTC) quase caiu abaixo dos 19 mil dólares, a maior das criptomoedas resistiu à pressão de venda e abriu esta quarta-feira (13/07) mais perto dos 20 mil dólares – às 7:10 da manhã, o BTC estava sendo comercializado a 19.805 dólares, com um ligeiro aumento de 0,8% nas últimas 24 horas.

  • Bitcoin atinge marca de 1 bilhão de endereços criados na rede

    O Bitcoin (BTC) ultrapassou o marco de 1 bilhão de endereços únicos criados na rede desde que a criptomoeda foi introduzida no mundo há 13 anos atrás, na terça-feira (12/07).

  • Ibovespa tem leve alta de 0,06%, a 98,2 mil

    Com duas perdas na sequência e abrindo ontem na casa de de 2%, o Ibovespa ensaiou uma recuperação discreta em grande parte da sessão, mas sucumbiu a uma deterioração em consequência da bola de Nova Iorque no final da tarde. Hoje, oscilou entre 97.253,19 e 98.736,56, deixando a abertura em 98.212,46 pontos e o fechou muito próximo da estabilidade (+0,06%) em 98.271,21 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.