Shadow

Bitcoin tenta chegar a US$ 32 mil enquanto Luna perde 90% e pode sumir

BITCOIN PREJUIZO 3

Após indicar que poderia cair mais e chegar a US$ 30 mil na madrugada, o Bitcoin (BTC) comeceu o dia em leve recuperação e, às 7h15, era negociado a US$ 31.807. É uma retomada pequena, considerada pela maioria dos especialistas como frágil demais. Muitos especialista ainda acreditam que o BTC deva cair até a faixa de US$ 28 mil – onde foi registrada a mínima de 2021.

O Bitcoin e a volatilidade do mercado

O mercado passa por um momento muito volátil – como já era esperado – e isso espanta boa parte dos investidores das altcoins.

Se considerarmos as 20 criptos com maior valor de mercado, a única exceção é o Ethereum (ETH), que avança 1,9% nas primeiras horas de hoje – 11/05 – para US$ 2.426. Na última semana, o ativo que alimenta a principal blockchain para smart contracts cai 12,9%, menos que os 15,6% cedidos pelo Bitcoin.

Para quem estava aguardando, O Bitcoin passa no momento pela maior oferta de unidades disponíveis em exchanges desde novembro de 2017, o que ao mesmo tempo, já deixa um alerta ligada no mercado para um novo sell-off.

Um grupo de especialistas responsabiliza nesse momento a liquidação promovida pelo projeto Terra (LUNA), que depositou pelo menos US$ 1,5 bilhão em BTC em corretoras para tentar se salvar nos últimos dias.

Analista comenta sobre a Luna e Bitcoin

luna 1

O analista da Glassnode, James Check, comentou que as condições do mercado são muito diferentes e é difícil fazer uma comparação com a situação de cinco anos atrás.

“Não é o mesmo que 2017 de forma alguma, um mecanismo completamente diferente e um conjunto de entidades em jogo. O que estamos observando está mais próximo de uma versão em miniatura de George Soros atacando a libra esterlina, em que a LFG (entidade que controla as reservas do projeto Terra) está desempenhando o papel do Banco da Inglaterra (com resultado semelhante, parece) ”

A Luna vai sobreviver?

A Luna provavelmente terá todas as atenções hoje, já que já foi uma das 10 maiores criptos e hoje vive uma situação muito delicada: token perdeu 90% em 24 horas e atinge US$ 3,03, em perdas que já chegam a 96% em uma semana – há pouco mais de um mês, a cripto valia quase US$ 120.

O motivo? Simples: É o mesmo motivo que levou à queda de 50% da criptomoeda ontem. O sistema experimental da stablecoin Terra USD (UST), que usa o token Luna para ser gerada, e que acabou criando o fenômeno conhecido como “espiral da morte”.

bitcoin cai 5

Então, com medo de que a stablecoin perdesse paridade com o dólar, investidores começaram a se desfazer do ativo em massa, aumentando repentinamente a oferta de Luna no mercado e fazendo o preço do ativo desabar. E isso aconteceu tudo muito rápido.

Com medo de perdas maiores, investidores de Luna começaram a liquidar posições, aumentando a pressão de venda que foi então impulsionada pelo recuo do BTC.

O resultado foi uma queda “de mãos dadas” dos dois ativos, que são interligados. A stablecoin que devia valer US$ 1 é negociada hoje a menos de US$ 0,46 e, durante a madrugada, chegou a bater míseros US$ 0,30.

O projeto Terra, que já foi apontado como um dos investimentos mais promissores do mercado cripto, viu seu valor de mercado evaporar de US$ 29 bilhões para apenas US$ 2 bilhões em uma semana.

luna

essa incrível queda de quase 90% do token Luna veio antes que o criador do projeto, o sul-coreano Do Kwon, divulgasse um plano de recuperação de última hora que, segundo ele, estaria sendo preparado emergencialmente pelos desenvolvedores.

A ideia seria levantar US$ 1 bilhão com investidores para tentar resgatar os criptoativos.

Na terça-feira (10), a Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, mencionou a UST como exemplo do tipo de ameaça que as stablecoins representam para o sistema financeiro global o que não ajudou em nada a situação como um todo.

Mais notícias em breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.