Shadow

Bitcoin zera perdas e retoma US$ 30 mil

comprar bitcoin

Após uma semana conturbada, o Bitcoin zera perdas e retoma US$ 30 mil. Os dados são do mercado de derivativos, que mesmo apostando que o mercado ainda está com um sentimento negativo, os traders ainda acreditam e muito na criptomoeda.

Ontem, após cair por um breve período de tempo para menos de US$ 29 mil ontem, o Bitcoin (BTC) se recuperou e nais uma vez voltou ao patamar de US$ 30 mil, ainda na tarde de ontem.

Esse valor está sendo mantido nas primeiras horas da manhã de hoje (20/05). Em praticamente um dia, a criptomoeda saltou de 3,9%, para US$ 30.306, apagando as perdas do dia anterior.

Já o Ethereum (ETH), que caiu mais forte na quinta-feira, acompanha a retomada do BTC e zera o resultado negativo subindo 4,2% nesta sexta, para US$ 2.032.

Toda essa movimentação aconteceu logo depois de uma notícia sobre uma auditoria das reservas da Tether, empresa que emite a USDT, principal stablecoin do mercado que está no centro das atenções após o colapso da TerraUSD (UST). Nessa auditoria, a companhia mostra corte de papeis comerciais nas reservas de US$ 82,4 bilhões, acima dos US$ 74,3 bilhões em tokens emitidos.

bitcoin criptomoedas luna

Outras criptomoedas acompanharam o Bitcoin

As principais moedas do mercado com bons resultados hoje pela manhã são:

Avalanche (AVAX), que disparou 11%, e da Solana (SOL), que avançou 8,5% em relação ao mesmo horário ontem. A Binance Coin (BNB) subiu 4,3%. O motivo desse salto é a especulação sobre o possível destino dos desenvolvedores da Terra (LUNA) após o colapso dos tokens Luna e UST.

Toda essa recuperação que vemos hoje é consequência da da série de altos e baixos no mercado cripto, com o Bitcoin dando o tom dos demais ativos digitais, negociado entre US$ 28 mil e US$ 30 mil desde que caiu para US$ 24 mil e retomou rapidamente no dia 12 de maio.

Hoje, mesmo com a alta, o sentimento do mercado é pessimista, segundo dados de plataformas de derivativos.

criptomoedas 6 4

A relação entre as operações de put e call chegou a patamar 25% maior que o atual antes que o preço do Bitcoin desabasse mais de 50% em maio de 2021. Levando em conta apenas esse indicador, portanto, é possível que a criptomoeda não tenha atingido seu fundo de mercado.

Essas opções de put são contratos que dão ao comprador o direito, mas não a obrigação, de vender uma quantidade específica de um ativo a um determinado preço pré-acordado.

Já as opções chamadas de call permitem que os compradores adquiram o ativo a um preço predeterminado no futuro.

O preço do Bitcoin está sendo muito acompanhado pelas bolsas pelo mundo, refletindo as preocupações com o cenário macroeconômico mundial. O catalisador de queda mais recente foi os resultados ruins de empresas de consumo americanas.

criptomoedas 1

Craig Erlam, analista de mercado sênior da Oanda, afirmou que “Os resultados do Walmart e da Target esta semana colocaram em foco a situação enfrentada por empresas e consumidores à medida que a inflação começa a morder”. E mais: “A inflação está se recuperando e as margens de lucro estão sendo afetadas. Em breve, porém, esses custos mais altos serão repassados e os consumidores começarão a ser mais cuidadosos com seus gastos. Há um sentimento de inevitabilidade sobre a economia, a questão é se nós veremos uma desaceleração ou uma recessão”.

Porém, Erlam, acha positivo o fato de o Bitcoin permanecer no nível de US$ 30 mil mesmo com a economia global tão conturbada: “O Bitcoin está se mantendo surpreendentemente bem no cenário de pessimismo nos mercados. Talvez porque seja alimentado por preocupações econômicas, e não simplesmente por taxas de juros. Se o BTC poderá continuar a nadar contra a maré, só o tempo dirá”.

Mais notícias sobre o Bitcoin a qualquer momento aqui no Portal Criptomoedas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.