Shadow

Criptomoedas serão dadas a jogadores de LoL e CS GO

criptomoedas games 1

Ótima notícia para os jogadores de League of LegendsValorant e CS GO! Agora será possível ganhar criptomoedas com eles mesmo que você não seja um streamer patrocinado ou jogador profissional!

A proposta inovadora é da Mentora, uma comunidade gamer baseada em blockchain inédita no Brasil.

O modelo vai unir entretenimento gerado pelos melhores jogos do mercado ao modelo play-to-earn, que ganhou sucesso com jogos nativos em blockchain como Axie Infinity.

Nesse odelo, os jogadores ganham recompensas em criptomoedas por suas conquistas e evolução no jogo, de forma a gerar uma renda mensal.

O mercado de games movimentou US$ 175 bilhões e alcançou 3 bilhões de jogadores no último ano, então a iniciativa de premiar esses jogadores que crescem a cada ano além de ser um novo estímulo parece ser promissora de várias maneiras.

Criptomoedas 5

O Brasil tem uma quantidade de gamers interessante para as criptomoedas

O Brasil, por exemplo, se destaca, ficando em 12º lugar entre os maiores países da indústria de games. Esse foi um dos principais motivos que chamaram a atenção da Mentora.

Pedro Felix, CEO da empresa, declarou que a diversão e a jogabilidade ainda são fatores que pesam muito nas escolhas do jogador:

“Entendemos que ganhar dinheiro é suficientemente legal para uma primeira ignição, mas no longo prazo, o gamer quer jogar o que gosta, e foi aí que desenvolvemos nossa proposta, aliando o que ele ama fazer com play-to-earn e sem custos de entrada”

E ainda disse mais:

“Nosso objetivo é descomplicar o mundo cripto para a comunidade gamer e democratizar o Esports. Vamos começar com os jogos que entendemos ser os principais e mais amados games do mercado, mas a cada trimestre vamos adicionar novos jogos, até cobrir parte relevante do ecossistema”

Possuindo uma economia baseada nos tokens MWP e Mecoin, a Mentora vai poder recompensar os jogadores por seu desempenho na plataforma que será disponibilizada para o público geral ainda no terceiro trimestre de 2022. Isso mesmo, AINDA EM 2022!

Os jogadores precisarão criar um perfil na Mentora e escolher entre duas modalidades para jogar: solo play e torneios entre equipes para receber as criptomoedas.

criptomoedas baratas e promissoras

lembrando que para qualquer modo de jogo, a gestão e a transação da Mentora Coin (Mecoin) — entre a carteira do jogador e a plataforma — são operacionalizadas por intermédio de contratos inteligentes.

Ambas as criptomoedas da plataforma tem como base o blockchain da Polygon, que segundo os desenvolvedores da Mentora, tem uma arquitetura otimizada para realizar um alto número de transações com um baixo custo — além de contar com a segurança da rede Ethereum e toda a sua já conhecida confiança no mercado.

“No final de cada partida os jogadores apontam seus resultados na plataforma do Mentora e com essa leitura os contratos inteligentes distribuem os ganhos entre os jogadores e os anfitriões conforme o regulamento do torneio ou da divisão do Mentora League”, contou Pedro Felix ao portal Future of Money.

“A nossa ideia é que a plataforma seja uma possibilidade de monetização na jornada do jogador amador no Esports. Queremos democratizar este modelo, que hoje é apenas um sonho para a maioria dos jovens”, concluiu.

Mais notícias sobre o mundo dos games – que agora parece ter entrado de vez no mundo das criptomoedas – em breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.