Shadow

Trader veterano diz que Ethereum não é confiável para investimento de longo prazo

ethereum 2

O trader veterano Tone Vays projeta a queda do Ethereum após ter ficado famoso apostando contra o Bitcoin – e acertado – em 2018. Será que ele vai acertar mais uma vez?

Ethereum ainda está no páreo

A segunda maior criptomoeda do mercado de ativos digitais, atrás apenas do Bitcoin (BTC), o Ethereum (ETH) pode a qualquer momento experimentar uma nova queda de mais de 90% como a que já aconteceu em 2015. Essa previsão foi feita por Tone Vays, um trader veterano de criptomoedas e ex-executivo do JPMorgan. Vays afirmou:

“Ainda que o Ethereum seja uma criptomoeda blue chip no espaço cripto, a probabilidade do Ethereum desvalorizar 95% repentinamente e nunca mais voltar para uma alta anterior é infinitamente maior do que com o Bitcoin. Eu acho que se acontecer outra vez com o Ethereum, não vai voltar a uma alta histórica, porque eu não confio na tecnologia. Posso estar errado, mas é por isso que lido com o Ethereum como algo que se pode negociar, mas não manter no longo prazo.”

criptomoedas 6 4

Segundo o especialista, mesmo que aconteça uma improvável desvalorização do Bitcoin de 70% ou 80%, “eu tenho confiança de que volte para sua cotação mais alta”. Vays aposta na força do Bitcoin para subir de novo caso tenha uma queda brusca.

O trader é mundialmente conhecido por ser um “maximalista de Bitcoin”, isto é, ele acredita que a principal criptomoeda do mercado está se fortalecendo mais a cada dia e que será dominante ao ponto de fazer as demais desaparecerem.

É uma aposta interessante em se tratando de mercado de criptoativos. Vays também baixa um pouco o tom do seu discurso e reconhece que o Ethereum é uma das poucas criptos que já caíram cerca de 90% e se recuperou para novas máximas, ainda sim, ele acredita que a criptomoeda não deverá estar a salvo da próxima vez que um mergulho desse porte acontecer. E vai acontecer, cedo ou tarde.

bitcoin criptomoedas luna

Muitos diriam que essa previsão é muito óbvia, vindo de alguém que defende o Bitcoin com unhas e dentes. Mas Vays é uma analista e investidor de opiniões fortes e respeitadas no mercado.

Ele ficou mundialmente conhecido nos mercados em 2018 quando o momento era bem parecido com atual. O Bitcoin estava em plena queda e tinha despencado 70% da máxima atingida no final de 2017, de US$ 20 mil para US$ 6 mil. Vays foi um dos poucos traders com grande alcance que defendeu, baseado em análise técnica, que o preço ainda estaria longe do fundo e que o ativo iria se recuperar. E foi o que aconteceu.

economia 2

As atenções se voltaram para ele quando finalmente, a criptomoeda perdeu os US$ 6 mil e chegou a bater US$ 3 mil – próximo da mesma mínima que atingiria dois anos depois, no crash dos mercados por conta da pandemia de covid-19 que assolou o mundo e derrubou as bolsas.

“O melhor trade é aquele que você tem confiança absoluta. Esse trade não me rendeu um absurdo de dinheiro, mas foi um dos mais satisfatórios porque todo mundo achava que eu estava errado”.

Para o analista, esses eventos não significam que ele tenha se tornado um defensor menos ferrenho do Bitcoin. Ele finaliza explicando: “Sou um maximalista de Bitcoin sob as perspectivas tecnológica e econômica. Como um trader de 20 anos de experiência, consigo separar as duas coisas”.

ANTES DE IR, LEIA TAMBÉM NOSSOS POSTS:

LUNA dispara com plano de recuperação, mas volta a cair
Exchanges estrangeiras de criptomoedas apostam ALTO no Brasil
Metaverso DISPARA com o fim da LUNA
CEO da Terra tem plano de restauração para SALVAR Luna
Princípios básicos das criptomoedas
Como investidor de Bitcoin fez R$ 1 milhão em 10 anos com R$ 100 mensais
Bitcoin perde US$ 30 mil em novo dia de criptomoedas em baixa
G7 vai discutir regulação de criptomoedas nesta semana
Mineração de Bitcoin sobrevive mesmo com proibição na China
G7 vai discutir regulação de criptomoedas nesta semana
Portugal começará a tributar criptomoedas em breve
Argentina combate mineração de criptos aumentando preço da energia elétrica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.